Vet&Share

Feira de Negócios

Retomada de eventos presenciais movimenta Capital Paulista

Informações assessoria de imprensa, edição da redação

PET South America e PET VET movimentam R$ 4,1 milhões em rodada de negócios e atraem 21 mil pessoas em retomada de eventos presenciais

A espera acabou. E a retomada foi mais animada do que se esperava. Depois da distância provocada pela pandemia, os profissionais dos mercados pet e veterinário puderam se reencontrar fisicamente na PET South America e na PET VET, realizadas de 30 de novembro a 2 de dezembro no São Paulo Expo, Capital Paulista. “A expectativa pelo reencontro era enorme. Ainda assim, superou nossas estimativas. Tivemos 21 mil pessoas no pavilhão, felizes e animadas com a volta dos eventos presenciais”, afirmou o presidente da NürnbergMesse Brasil, João Paulo Picolo, empresa responsável pelas feiras.

Para tornar o reencontro possível, a multinacional firmou uma parceria com o Hospital Albert Einstein e contratou uma empresa de biossegurança. O resultado foi um público cumprindo todas as normas sanitárias, deixando a retomada segura e eficaz. Só a rodada de negócios, promovida pelas duas feiras, para conectar vendedores a compradores, movimentou R$ 4,1 milhões em 89 reuniões realizadas em apenas duas horas. Edgard André Grossi, sócio proprietário da Prefere, produtora de alimentos para pássaros, revelou que o resultado foi positivo para o negócio. “Fizemos contatos muito interessantes com pessoas de clínicas, lojas especializadas e distribuidores, esses últimos que são exatamente nosso público-alvo”.

Pelos corredores, as negociações também geraram parcerias importantes. “Clientes de vários estados marcaram presença no estande da Perigot para conhecer nossos lançamentos. Depois de um período longe, sem esse contato direto, foi um delicioso reencontro”, celebrou Giuseppe Ilário, diretor da marca expositora. A Perigot tem como meta crescer 20% em 2022 e acredita que as vendas realizadas no evento podem contribuir para isso. Mesmo com a pandemia, a empresa aumentou tanto as vendas de produtos como de cursos. E, na feira, além de novos negócios e parcerias com representantes, formou vários grupos para cursos de formação técnica.

Marly Fagliari, vice-presidente da Pet Society, teve uma percepção parecida. “Não tem o que substitua uma feira presencial. Quando você está apresentando um produto ou um lançamento, a pessoa quer sentir o cheiro, a textura, quer entender o produto. E isso não tem como substituir”, afirmou. Na visão da executiva, a feira foi muito importante para alavancar lançamentos, cultivar relacionamentos e conquistar novos clientes, principalmente agora, no pós-pandemia, quando se tem visto muita gente interessada em ingressar no mercado pet.

Luciano Louis Becker, Head de Marketing da Plast Pet, garantiu a presença da marca na edição de 2022. “A feira superou todas as expectativas, como sempre. Foi demais estar aqui de novo, em contato com o público, com lojista, consumidor”. A empresa levou à PET South America a proposta de um estande diferente, lúdico, com o tema “A Fantástica Fábrica da Plast Pet”. “A interação com nossos clientes é o que nos motiva a produzir cada vez produtos melhores que ajudem no dia a dia das pessoas”, contou ao lembrar que todos os itens da marca podem ser reciclados, em uma proposta de ajudar a construir um planeta melhor.

Inovações e tendências
Durante as feiras, os visitantes puderam conferir as principais inovações do mercado e as tendências para o próximo ano. Destaque para os itens que aliam tecnologia a funcionalidade, como o alimentador automático da fabricante Mimo, capaz de alimentar o pet nos momentos em que não tem ninguém em casa. “A aposta tem inspiração em produtos que fazem sucesso no mercado voltado para bebês, onde a conectividade já é realidade há muito tempo. As famílias se preocupam cada vez mais com seus pets também. Nesse sentido, a tecnologia os aproxima”, afirmou o Gerente de Produtos da marca, Thiago Maniezzo.

A sustentabilidade foi outra preocupação presente, que promete se inserir cada vez mais no mercado. A MBS Pro Grooming apresentou duas escovas de pelos, importadas da marca Bass, produzidas com materiais sustentáveis. A escova Bio-Flex, fruto de uma inovação ecológica, possui cabo feito de milho, batata e polvilho. Sua produção exige 70% menos de CO² se comparada à dos cabos de plásticos tradicionais. Além disso, a marca expositora ainda levou ao pavilhão do São Paulo Expo uma escova 100% produzida com bambu.

Atrações
As feiras ainda contaram com atrações especiais, que agradaram bastante o público. Na PET South America, o Mastergroom, maior competição de tosa e estética animal do mundo, os looks dos quase 600 competidores foram um show à parte. Para quem competiu, foi um momento único. “O Mastergroom, não só para mim como para todos os competidores, serve de incentivo, dá um ânimo para seguirmos na profissão. O reconhecimento pelo nosso trabalho é muito gratificante”, contou a vencedora na bateria Wahl Class Competition, Karen Lucy Pet. Participaram do evento, ao todo, três juízes internacionais e mais de 15 juízes brasileiros, que avaliaram os competidores em mais de 20 horas de disputas.

No “PET Comportamento”, atração organizada em parceria com a PET GAMES, profissionais puderam acompanhar uma série de palestras dedicadas a adestradores, dog walkers, cuidadores, entre outros que desejavam aprimorar suas habilidades. Já o “PET Desenvolve – Nova Gestão de Clínicas e Pet Shops” ajudou empreendedores a aprimorar a gestão financeira e estratégica do negócio, e deu orientações sobre marketing digital e e-commerce, em uma parceria com a VET COACHES.

No Congresso Técnico da PET VET, Rodrigo Rabello, médico-veterinário, fez um apelo para que mais gente se especialize em tratar animais selvagens, como leões, jacarés, onças e jaguatiricas. Segundo ele, além da biodiversidade, existe outro fato que exige a atuação desses profissionais: o tráfico de animais, o terceiro maior comércio ilícito do mundo, atrás apenas do tráfico de drogas e de armas. A apreensão desses animais implica no acompanhamento de profissionais especializados para reabilitação e, em alguns casos, para reintrodução à natureza. “Eu queria que todo mundo tivesse essa sensação um dia. Eu tenho vontade de chorar quando falo nisso! É um trabalho muito importante”, emocionou-se.

Edição 2022
Passadas as duas feiras, a NürnbergMesse Brasil já pensa na edição de 2022 e anuncia as datas dos eventos que acontecem no ano que vem: de 17 a 19 de agosto, no São Paulo Expo. Para a edição, promete novidades e uma experiência ainda mais incrível. “Este ano ainda fomos impactados pela pandemia, mas no próximo esperamos que a situação esteja 100% controlada no Brasil e que todos possam participar deste encontro que é fundamental para os setores pet e veterinário”, revelou João Paulo Picolo, presidente da NürnbergMesse Brasil.

O crescimento do setor, segundo o executivo, deve continuar acelerado, o que deve atrair os novos empreendedores que começaram a atuar na área, além dos tradicionais parceiros que fazem com que o evento seja reconhecido em toda América Latina. “O mercado pet vem ganhando cada vez mais espaço, visibilidade e competitividade. Isso gera uma exigência cada vez maior, o que faz com que a gente precise se superar a cada ano. E é isso o que vamos fazer na PET South America e na PET VET de 2022”, concluiu.