Vet&Share

Não seja escravo da sua mente

Vivemos em uma sociedade de excessos e de pessoas cada vez mais ansiosas. O imediatismo impera em nossas rotinas e queremos tudo para ontem. Somos consumidos por nossas próprias mentes aceleradas, bombardeadas por todo tipo de informação a todo o momento. Esse excesso de informação satura a mente, impede a absorção do que realmente importa e altera a construção dos pensamentos.
Com isso, nos tornamos pessoas sem paciência e irritadas com pequenas coisas do dia a dia como uma internet lenta, quando demoram para responder nossas mensagens, com o trânsito e muitas outras. Esse esgotamento do cérebro é um risco sério para nossa saúde emocional. O cérebro é como um musculo que cansa e precisa de descanso.
No livro Ansiedade, do autor Augusto Cury, ele destaca que o mundo mudou muito nos últimos anos e somos a geração mais ansiosa dos últimos tempos. Confira algumas dicas do autor para enfrentarmos a ansiedade:
• Diminua a quantidade de informações, seja seletivo;
• Viva o momento e não fique conectado às redes a todo momento;
• Tenha foco e não tente fazer várias coisas ao mesmo tempo;
• Pratique atividades lúdicas e lentas. Ouça músicas calmas como as clássicas, aprenda algum instrumento, pratique exercícios, faça teatro ou comece a pintar. Uma dica são os livros de colorir que fizeram sucesso nos últimos anos, eles desaceleram a mente, tranquilizam e aumentam a concentração;
• Pratique a técnica do DCD (Duvide, critique e decida). É como uma higiene mental e deve ser utilizada sempre que for atacado por pensamentos negativos e que te deixam ansioso. Assim que os pensamentos aparecerem DUVIDE deles imediatamente. Em seguida, CRITIQUE cada pensamento perturbador e cada emoção angustiante que aparecer. Por fim, determine onde você quer chegar e que você não é um escravo dos seus pensamentos, e que nada será mais forte que a sua vontade e determinação.
Pratique e boa leitura!