Vet&Share

PRESCRIÇÃO CLÍNICA

Gripe canina: entenda por que esse mal deve ser prevenido

Contagiosa e aguda, a doença afeta, principalmente, o trato respiratório superior dos animais

Tosse seca, forte e persistente, febre, falta de apetite e apatia são alguns dos sintomas de uma velha doença conhecida por todos – a doença respiratória infecciosa canina (DRIC), popularmente conhecida como tosse dos canis ou gripe canina. É uma doença contagiosa e aguda, que afeta principalmente o trato respiratório superior dos animais. Seu contágio se dá pelo ar ou por contato direto com animais infectados.

“Cães de qualquer raça ou idade podem contrair gripe. E, embora seja um problema comum, hoje uma parcela pequena da população de cães é vacinada contra doenças respiratórias”, diz a médica-veterinária Fabiana Avelar, Gerente de Produto e Comercial Sênior de Animais de Companhia da Zoetis.

A transmissão da DRIC se dá por meio do contato de animais saudáveis com secreções e aerossóis respiratórios de animais infectados. “Se estivermos falando de um cão que convive com outros, a transmissão também pode ocorrer pelos fômites, como vasilhas, brinquedos, cama etc.”, pontua a médica-veterinária.

Uma das principais responsáveis por sintomas respiratórios agudos e até de quadros mais complicados com pneumonia associada, a DRIC pode ser causada por diversos patógenos, associados ou não. “Os principais são Bordetella bronchiseptica, adenovírus tipo 2 (CAV-2) e parainfluenza (CPIV). Graças aos avanços da medicina veterinária, todos eles podem ser prevenidos”, explica Fabiana.

A profissional esclarece que o principal objetivo da vacinação é a prevenção à doença clínica: “O que esperamos com a vacina é que, caso o animal seja infectado, não apresente sintomas e, se apresentar, sejam brandos e com excreção viral ou bacteriana muito menor em comparação a animais não vacinados”, destaca e continua: “Temos como premissa fornecer soluções inovadoras aos nossos clientes, através de produtos e ou soluções que auxiliem os médicos-veterinários em sua rotina de cuidados com a saúde e a prevenção de doenças. Por esse motivo, trouxemos a Vanguard B Oral, a primeira vacina oral para cães do mercado brasileiro, desenvolvida para proporcionar facilidade e tranquilidade tanto para médicos-veterinários quanto para tutores. Com poucas gotas e em dose única, Vanguard B Oral protege os cães, a partir de 8 semanas de vida, contra a DRIC”, reforça Fabiana.

Acesse www.zoetis.com